sábado, 20 de março de 2010

quarta-feira, 17 de março de 2010

Sonho


Deixo-me levar pela
profundidade do sono,
que me transporta até Ti.
Aí estás Tu!
Simples e irreconhecível!
O teu olhar penetra o coração,
fere-o
aperta-o
e ele contrai-se,
esmagado no peito.
Tu
tomas-me nos teus braços,
fortes, quentes, ternos
e
Amas-me,
aos olhos de todos,
mas muito mais,
no silêncio
do meu quarto.
Segredas-me,
gritando ao ouvido, o teu amor por mim.
Uma paz
tranquiliza
as minhas vísceras.
A minha mente
esvazia-se de tudo
e
Ficas só Tu!

"Amo-te mais do que apenas mais um dia"


Que sentimento tão grande
que me preenche
o vazio de Ti.
A minha ausência
Aumenta a Tua presença,
incontornável no pensamento,
insondável no coração.
Onde estás Tu?!
Que invisível,
sondas o coração do homem;
Na tempestade,
sinal da Vossa omnipotência,
perco-me com a força do vosso vento impetuoso;
No abismo,
onde me tento
esconder,
no silêncio
absorto
Vos presenciais com eterna presença
e
gritais,
chamando
pelo meu nome.

terça-feira, 16 de março de 2010

Fazes-me falta


Fazes-me falta,
mesmo não estando juntos uma única vez,
Quando me aproximo de Ti
Esvais-Te como água entre as mãos;

O Teu Rosto,
nunca contemplado,
é busca constante no meu projecto de vida;

Fazes-me falta,
A saudade sonda o coração
com tal frieza,
que incendeia o lume feroz
que me queima,
e consome.

Fazes-me falta,
quando no silêncio,
procuro por Ti
e apenas me encontro
a mim!

sexta-feira, 12 de março de 2010


De olhos baixos, procuro dentro de mim
algo que me faça voltar!
Para onde? Porquê?
Voltar a viver a angústia seca, de não me poder encontrar?
De não te puder ter nos braços e amar-te?
A tua presença transtorna o meu ser...
Em tão pouco tempo colocaste a tua presença no meu coração,
onde a frieza é clara, quando penso em ti, sem te puder ter.
Quem és Tu?
Que agarrando a minha alma
a tiraste do meu corpo, onde colocaste a tua própria imagem!?
Quem és Tu?
Que longe de mim, te fazes bem perto, inundando todo o meu ser!?
Quem és tu?
Cuja presença é tão forte, que me faz esquece do mundo
e te tornas a eternidade para mim!?
Quem és Tu?
Que mais pareces o meu "eu",
porque deixei que mo roubasses,
para que pudesse ser só teu.
Quem és tu? Quem sou eu, agora?